O  Núcleo  de Apoio  à População  Ribeirinha  da Amazônia  é  uma  organização  privada 

sem  fins  lucrativos  que  tem  a  missão  de  apoiar  as  comunidades  ribeirinhas  e  promover  a 

formação de estudantes e profissionais para ação comunitária no contexto amazônico. 

As comunidades que apoiamos estão localizadas na zona rural do município de Porto 

Velho,  ao  norte  do  Estado  de  Rondônia,  nas  proximidades  de  3  Unidades  de  Conservação 

Federais  e  em  uma  extensão  de  aproximadamente  200  km  às  margens  de  um  dos  mais 

importantes rios amazônicos – o Rio Madeira.

Os membros e voluntários do NAPRA passam por um processo de formação sobre o

contexto amazônico incluindo temas referentes à organização social, educação, cultura, saúde,

saneamento  e  trabalho  na  floresta.  A  formação,  a  vivência  e  a  atuação  baseiam­se  na 

participação social e na promoção do acesso a políticas públicas que proporcionem melhorias 

nas  condições  de  vida  das  comunidades  ribeirinhas,  com  ações  pautadas  na  educação 

popular.

Desta maneira, a organização propicia a vivência e o engajamento entre voluntários e 

ribeirinhos na busca por novos  caminhos de desenvolvimento fundamentados na  valorização 

da vida na floresta e de uma efetiva gestão participativa do território amazônico, respeitando a 

cultura e os saberes tradicionais de seus habitantes.

Nosso  objetivo  é  possibilitar  novas  formas  de  ver  e  de  estar  no  mundo  através  das 

trocas  e  experiências  vivenciadas,  tanto  no  processo  de  formação  em  São  Paulo  como  na 

atuação em Rondônia, e fazer com que os estudantes e profissionais que passam pelo NAPRA 

se tornem também multiplicadores da causa socioambiental em outras esferas de suas vidas. 

Acreditamos que qualquer ação visando a conservação da floresta – seus rios, lagos, 

fauna e flora – deve ser desenvolvida em estreita parceria com as comunidades que a habitam, 

pois estas populações vivem de maneira integrada à floresta e dependem dela para sobreviver. 

Os povos da Amazônia são os principais prejudicados pelo desmatamento e pela expansão de 

grandes  obras  de  desenvolvimento  na  região.  Apoiá­las  para  continuarem  sendo  efetivas 

guardiãs da Amazônia é o nosso grande objetivo.

desenho napra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>